Portal do Governo Brasileiro
  • Início
  • Notícias
  • Ceará valoriza temática da água na Conferência Estadual

Ceará valoriza temática da água na Conferência Estadual

A educação ambiental vem ganhando espaço nos sistemas de ensino e contando com o engajamento do público estudantil. No Ceará, crianças e adolescentes com idade entre 11 e 14 anos, de diversos municípios, encontram-se reunidos na III Conferência Estadual Infantojuvenil pelo Meio Ambiente. O evento ocorre nesta terça e quarta-feira (dias 22 e 23 de maio), na Colônia Ecológica Sesc Iparana, no município de Caucaia, e conta com a presença de cerca de 100 estudantes delegados. O encontro foi organizado pela Secretaria da Educação (Seduc), por meio da Coordenação de Diversidade e Inclusão Educacional/Educação Ambiental. A secretária executiva Rita Colares participou da abertura.

A conferência tem como tema central "Vamos cuidar do Brasil cuidando das águas", e é parte da conferência nacional que leva o mesmo nome. Ao todo, os estudantes vivenciam quatro etapas: escolar, municipal, estadual - que está sendo vivenciada neste momento - e a nacional, a ser realizada em São Paulo, entre os dias 15 e 19 de junho próximo. Na etapa atual, estão sendo eleitos os 19 delegados do Ceará que irão participar da fase nacional. São os próprios alunos que elegem os seus representantes.

ceara1

A estudante Melissa Carvalho, de 14 anos, da Escola Desembargador Pedro de Queiroz, em Beberibe, revela que vive uma experiência de realização, ao participar do evento. "Não estamos aprendendo apenas a economizar água, mas, a respeitar o próximo também, pois estamos convivendo com muitas pessoas. E, por vivermos num lugar em que a água escassa, é fundamental que esse tema seja abordado", considera a jovem.

A secretária executiva Rita Colares valoriza a temática escolhida para Conferência, salientando que o processo de conscientização para com a preservação da água deve ser iniciado ainda na infância, considerando que se trata de um bem essencial. “É algo muito positivo, ver tantas crianças e adolescentes reunidos em torno desta causa, sendo protagonistas de uma ação que trará grande impacto social”, destaca.

ceara2

Prática

Raquécia Torres, de 11 anos, estudante da Escola de Boa Água, em Cascavel, já se habituou a economizar o líquido vital no dia a dia. "Precisamos fechar a torneira enquanto estivermos escovando os dentes e nos ensaboando. Na hora de beber água, basta colocar no copo o tanto que vamos beber, pra não ter que derramar", recomenda.

A assessora técnica da área de Educação Ambiental da Seduc, Lindalva Cruz, salienta que quanto maior o número de escolas participantes, mais será possível sensibilizar a sociedade junto à causa ambiental. "Vivemos num mundo consumista, em que as coisas tendem a ser descartáveis, e isso sobrecarrega o planeta. E cuidar do meio ambiente não é apenas cuidar do verde. Também devemos pautar nossas ações tendo em vista o respeito aos direitos humanos, pois nós também fazemos parte da natureza", explica.

A Conferência é um processo pedagógico dinâmico, de diálogos e encontros, voltado para a valorização da cidadania ambiental nas escolas e comunidades, a partir da educação ambiental crítica, participativa e democrática. A ação é regida por três princípios: 1) jovem escolhe jovem; 2) jovem educa jovem; 3) uma geração aprende com a outra.

Neste ano, 1.226 escolas cearenses aderiram à Conferência, movimentando 156 muncípios em torno da iniciativa.

fonte: Seduc Ceará

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal