Portal do Governo Brasileiro
  • Início
  • Notícias
  • Projetos socioambientais em Conferência pelo Meio Ambiente no Amapá

Projetos socioambientais em Conferência pelo Meio Ambiente no Amapá

Estudantes de 28 escolas da rede estadual de ensino do Amapá apresentaram nesta quarta-feira, 9, projetos sustentáveis ligados à temática ‘água’, durante a III Conferência Estadual Infantojuvenil pelo Meio Ambiente. A Conferência é uma ação de educação ambiental, promovido pelo Governo do Amapá através da Secretaria de Educação (Seed).

O evento acontece no auditório da Universidade Estadual do Amapá (Ueap), com encerramento na quinta-feira, 10. A Conferência busca estimular a pesquisa e a participação democrática das escolas, sobre as questões socioambientais.

amapa

Da escola estadual Profª. Aracy Mont’alverne, localizada no bairro Muca, por exemplo, surgiu um projeto que combateu a proliferação de doenças nos moradores da área de ressaca da Passarela Gregório Matos Guerra, transmitidas pelo uso da água contaminada.

“Os alunos mostraram aqueles moradores que com simples cuidados, podem viver com mais qualidade de vida, principalmente no que diz respeito ao consumo da água”, reforçou o coordenador do projeto, professor Helienai Valente.

O estudante Wendell Brito participou do projeto e teve a oportunidade de conversar com os moradores da Passarela Gregório Matos. Palestras e outras ações foram desenvolvidas pelo estudante com a comunidade. “Tenho certeza que o nosso trabalho ajudou muita gente que vive nessa área. Fico feliz por fazer parte da iniciativa”, afirmou.

As discussões da Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente envolvem estudantes de escolas públicas estaduais e privadas, inclusive de comunidades quilombolas e de assentamentos, na faixa etária de 11 a 14 anos, matriculados nas últimas séries do ensino fundamental. Todos participaram das conferências escolares municipais.

Outro projeto apresentado foi o ‘Vamos cuidar das águas do rio Curiaú’, desenvolvido pela Escola Estadual José Bonifácio, localizada na própria comunidade do Curiaú. A iniciativa combate o descarte de resíduos sólidos, encontrado com muita frequência no balneário da região.

“Eu mesma mudei minha forma de agir. Antes eu jogava a embalagem do bombom na rua, por exemplo, mas não tinha consciência que aquele papel faria mal aos animais que por um acaso pudesse engolir, além de estar poluindo o meio ambiente. Esse ensinamento eu passo para os meus colegas e amigos”, comentou a estudante Débora Hevellyn Costa da Silva.

No primeiro dia do evento foram eleitos os delegados do Amapá e os projetos que irão representar o Estado na etapa nacional da Conferência, que será realizada no período de 15 a 19 de junho em Brasília (DF). O resultado será divulgado no segundo dia da etapa estadual, nesta quinta. Haverá, também, a construção da Carta da Responsabilidade Socioambiental sobre o uso da água no Estado do Amapá.

“A Conferência objetiva, também, a inclusão da temática socioambiental e de propostas de sustentabilidade no Projeto Político Pedagógico da escola. Hoje, através dessa gama de projetos apresentados, podemos ver o compromisso dos gestores escolares em proporcionar a discussão do tema com os alunos”, pontuou a chefe da Unidade de Educação Ambiental da Seed, Marcelina Dias.

Fonte: Seduc

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal